Categoria Nosso Segmento

porSacchelli

Como Funciona o Mercado de Aço Chinês e Como vem impactando o mercado no Brasil

A China é um dos países que mais cresce atualmente. No ano de 2018, o país demonstrou um crescimento no PIB de 6,6%. Sem dúvida é uma grande potência mundial.

Tratando mais especificamente do mercado de aço, estima-se que em 2018 a produção de aço bruto na China atingiu cerca de 923 milhões de toneladas, um recorde histórico.

Quando falamos do aço chinês no mercado brasileiro, encontramos um cenário de rápida ampliação. Isso porque apresenta diversas vantagens, que vamos contar um pouco nesse texto. Você vai perceber que contar com o aço chinês nas linhas de produção é, de fato, uma vantagem estratégica.

Por Que O Aço Chinês É Vantajoso

Antes de adentrarmos questões a respeito de valores, vamos falar da principal preocupação das empresas que utilizam aço como matéria prima: a qualidade.

O controle de qualidade do aço que vem das grandes usinas da China é tão rigoroso quanto em outros países como Itália e o próprio Brasil. Afinal, trata-se de um produto que é produzido visando muito o mercado internacional. Por essa questão, ele deve ter padrões de fabricação rígidos a fim de ser aceito nos mais diversos países.

Além disso, existem maneiras de você se certificar de que seu fornecedor busca usinas chinesas de qualidade. A principal maneira é pedir o certificado da empresa produtora. Outra maneira interessante é buscar um fornecedor brasileiro de confiança e com uma reputação idônea no mercado.

Qual o Impacto no Mercado Brasileiro

Como em muitos outros mercados, a produção chinesa vem impactando significantemente o segmento de aço no Brasil. Isso principalmente pela qualidade aliada a um preço acessível.

Essa questão não se limita ao Brasil. Os Estados Unidos são um dos maiores importadores de aço chinês no mundo. Com as novas regras governamentais, no entanto, entraves significativos vêm impactando o segmento de aço no país.

As limitações de exportação para os EUA podem significar maior oferta para outros mercados, inclusive o brasileiro. Diante disso, vale ficar atento às diversas opções.

Mitos sobre a qualidade dos produtos chineses também vêm sendo quebrados. Os investimentos em tecnologia e produção que a China vem implementando, fizeram com que as grandes usinas do país adotassem um alto nível de controle na produção. O que reflete numa maior qualidade nos seus produtos, diferentemente de como eram vistos há alguns anos.

Resumindo

O aço chinês pode significar extrema competitividade para sua empresa. É importante consultar um distribuidor que confia para garantir a qualidade do produto que pretende comprar. Além disso, você pode pedir indicações de uso e perguntar sobre experiências prévias que seu fornecedor teve com a empresa chinesa com que trabalha.

Lembre-se que você pode sempre fazer testes com o material antes de comprar um grande lote. Isso pode te ajudar a sentir mais segurança quanto ao produto fornecido.

Se você ainda tem dúvidas sobre o tema, acompanhe os 5 mitos e verdades sobre o aço chinês em nosso blog. E entenda que a percepção sobre produtos chineses está mudando muito. Esperamos ter ajudado! Conte sua experiência nos comentários!

porSacchelli

5 Mitos e Verdades Sobre o Aço Chinês

5 Mitos e Verdades Sobre o Aço Chinês

Produtos chineses vêm tomando espaço em diversos mercados e no mercado de aço não é diferente. O aço chinês vem se tornando uma alternativa para diversos mercados, porém muitas empresas ainda têm receios com relação ao material. Pensando nisso desenvolvemos um conteúdo desvendando mitos e verdades sobre o aço chinês.

A maioria das pessoas tem uma impressão cultural de que produtos chineses são de menor qualidade. A verdade é que o desenvolvimento tecnológico do país também vem crescendo e atualmente é possível encontrar produtos com a mesma qualidade ou até melhores do que encontraríamos em outras partes do mundo.

1) Todo aço chinês é de menor qualidade: Mito

No caso do aço não é diferente. Existem usinas altamente capacitadas na China, que desenvolvem e exportam produtos de alta qualidade. O importante é saber diferenciar quem são as melhores empresas do mercado, os próximos tópicos podem te ajudar com essa questão.

2) É importante pedir certificação e garantia do fornecedor: Verdade

Uma das maneiras de garantir que o produto comprado é de qualidade é pedir a certificação da usina de quem comprará o produto. As certificações ajudam a regulamentar o mercado e as empresas trazendo uma segurança para o consumidor de que essa empresa cumpre com a qualidade de que se propõe.

É importante que o distribuidor de sua escolha te envie o certificado sempre que solicitar. Caso contrário desconfie do negócio proposto, não tenha medo de ser exigente.

3) Os produtos que vem da China são sempre mais baratos: Parcial

Sem dúvida a mão de obra chinesa e a facilidade com que o governo chinês impulsiona a indústria faz com que eles entrem com muita força em diversos segmentos. Por isso muitas vezes chega a ser impossível competir com os valores chineses.

No entanto, é importante ter em mente a oscilação do dólar. O dólar dita muito o valor com que o produto final chega e é vendido aqui no Brasil, com o atual cenário econômico de nosso país é possível existir oscilação no valor do produto. Fique atento e planeje sua compra.

4) Duvide de negociações milagrosas: Verdade

Por mais que a oscilação do dólar seja um fator decisivo nesse segmento/mercado é impossível empresas destoarem muito com relação ao valor cobrado pelo produto. Caso isso aconteça verifique se o certificado de usina está adequado e tente procurar uma recomendação de outros clientes dessa empresa.

Lembre-se ninguém consegue milagres, por isso desconfie sim de um preço muito diferente de outras cotações que tenha feito.

5) A reputação do distribuidor de aço traz uma garantia para o produto: Verdade

Outra questão importante que pode gerar uma certa “garantia” é a reputação do distribuidor com quem está comprando. Existem muitas empresas no segmento, porém você pode verificar quais empresas estão atuando a mais tempo no segmento ou que tem uma reputação interessante no mercado.

Sem dúvida você pode pedir recomendações de outros clientes que já adquiriram o material com eles e verificar como foram as experiências. Além disso, verifique qual a garantia que a distribuidora oferece com relação ao material e quais políticas aplica com relação à qualidade.

Concluindo

Como você pode ver a percepção sobre produtos chineses está mudando muito. O país vem investindo em tecnologia e oferecendo produtos de alta qualidade.

Isso não significa que você pode aceitar qualquer material chinês. É importante verificar a reputação do distribuidor e solicitar certificados das usinas. Além disso, fique atento a oscilação do dólar, pois isso pode afetar a variação de preços e desconfie de qualquer preço milagroso.

Gostou? Já teve alguma experiência com esse tipo de material? Deixe um comentário!